Centro de documentação
e arquivo feminista
elina guimarães

Conselho consultivo

Investigadora no ICS-UL. Doutorou-se em História pelo Instituto Universitário Europeu de Florença (1994). Foi Visiting Scholar nas Universidades de Stanford, Princeton e da California-Berkeley nos EUA. Responsável científica do Arquivo de História Social do ICS-UL e vice-presidente da Associação Portuguesa de Investigação Histórica sobre as Mulheres (APIHM), filiada na International Federation for Research in Women’s History (IFRWH). Dentro das suas publicações destacam-se: Maternité et Droits des femmes en France, XIX-XXe siècles, Paris, Anthropos-Economica, 1997; “Au service de l’Eglise, de la famille et de la Patrie”. Femmes catholiques et maternité sous la IIIe République, Paris, L’Harmattan, 2000; Writing Women’s History in Southern Europe, 19th-20th Centuries, Oeiras, Celta, 2003 (Com Gisela Bock, Orgs.) e Org. Comparative Women’s History: New Approaches, Boulder and New York, Social Science Monographs/Columbia University Press, 2006. A sua área de investigação incide sobre a história das mulheres no século XX, encontrando-se actualmente a realizar um estudo comparativo de três associações de mulheres em França, Itália e Portugal (o Conseil national des femmes françaises, o Consiglio nazionale delle donne italiane e o Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas) na primeira metade do século XX.

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas; First Certificate in english. nível A; Diploma di lingua e cultura italiana 1985, nota B(18/20); Norsk for utlendinger (norueguês para estrangeiros), Escola de Rosenhoff , val. 89%; Professora de 1989 a 1995 em Oslo. Voluntária no Centro de Documentação e Arquivo Feminista Elina Guimarães na catalogação de livros e na tradução. Membro da direcção da UMAR. Presidente de Servas Portugal – Portas Abertas, contactos com associadas nacionais e estrangeiras, organização de encontros internacionais.

Licenciada em Sociologia (1986) e doutoranda de Sociologia da FCSH/UNL, investigadora da equipa Faces de Eva Estudos sobre a Mulher/ CESNOVA, onde co-coordenou o projecto «Memórias e feminismos – as mulheres na cidade de Lisboa», vencedor ex-aequo do Prémio Madalena Barbosa (CML, 2009). É bolseira de investigação da FCT. Publicou vários livros sobre moda em Portugal. Integrou a comissão organizadora do Congresso Feminista 2008 (org.UMAR), coordenando o programa cultural paralelo àquele acontecimento. Pertence actualmente ao Conselho Científico do Centro de Documentação Elina Guimarães. É professora convidada da ESART/IPCB. Tem colaborado com a UMAR em iniciativas do Centro de Cultura e Intervenção Feminista.

Licenciada em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras de Lisboa em 1969, assumiu funções de professora do ensino secundário, correspondente de línguas e de secretária de administração. Voluntária do Centro de Documentação e Arquivo Feminista Elina Guimarães na classificação da documentação para digitalização na Fundação Mário Soares e na tradução. Ceramista com trabalhos exibidos em diversas exposições, tem colaborado em iniciativas diversas na UMAR.

Investigadora do Instituto de História Contemporânea, é licenciada em História, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, e doutorada em História Institucional e Política do Século XX, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Historiadora dedicada ao estudo do período contemporâneo português, é autora de livros como História das Organizações Femininas do Estado Novo (2000), Os Judeus em Portugal durante a Segunda Guerra Mundial. Em fuga a Hitler e ao Holocausto (2006), Vítimas de Salazar. Estado Novo e Violência Política (co-autoria com João Madeira e Luís Farinha) (2007), A PIDE/DGS. 1945-1974 (2007), A Cada Um o Seu Lugar. A política feminina do Estado Novo (2011), a par de um sem número de artigos científicos e colaborações em enciclopédias, obras colectivas e programas audiovisuais. Foi galardoada com o Prémio Pessoa em 2007.

Professor do Quadro da Escola E B I de São Bruno (Caxias), é Licenciado em História pela FL da UL e Mestre em História dos Séculos XIX e XX pela FCSH da UNL. Autor de livros, artigos, comunicações, conferências e aulas sobre o movimento feminista nas primeiras três décadas do século XX. Colaborou nas revistas Leituras (1997 e 1998), Faces de Eva. Estudos sobre a Mulher (1999, 2000, 2004, 2006) e Penélope (2001); no Dicionário de Educadores Portugueses (2003) e no Dicionário no Feminino (Séculos XIX-XX) (2005). Foi-lhe atribuído, em 1992 e 1998, o Prémio “Mulher Investigação Carolina Michaëlis de Vasconcelos – 1991”. Integra, desde Outubro de 1998, o projecto Faces de Eva. Centro de Estudos sobre a Mulher, da FCSH da UNL, e fez parte do CEMRI, da Universidade Aberta.

Responsável técnica pelo Centro de Documentação e Arquivo Feminista Elina Guimarães. Mestranda em Estudos sobre as Mulheres na Universidade Nova de Lisboa. Membro da equipa do Projecto BIIG – Biblioteca Itinerante pela Igualdade de Género. Membro da coordenação portuguesa do projecto europeu FRAGEN em parceria com o Institute for Women’s History de Amesterdão (ALETTA). Membro da direcção da UMAR. Tem participado como representante da UMAR em iniciativas nacionais e internacionais.

Licenciada em História, foi responsável pela Revista Notícias da CIDM durante quatro anos. É colaboradora habitual com biografias de mulheres, costumes e comportamentos, na revista Máxima, Pública, revista do Diário de Notícias, entre outras. Foi presidente da Assembleia de Freguesia do Sacramento (Lisboa) e desenvolve actividades no âmbito dos Estudos sobre as Mulheres em congressos, palestras sobre o 8 de Março e seminários em Portugal, Espanha e Brasil. Publicou em 2004 o livro de história de costumes «Casa Havaneza – 140 anos à esquina do Chiado» e editou uma biografia da Rainha D. Maria I, encomendada pela Esfera dos Livros. É sócia correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo.

Pós-Graduação em Ciências da Educação na Faculdade de Psicologia e Ciência da Educação da Universidade do Porto. Pós-Graduação em Estudos Sobre a Mulher, As Mulheres na Sociedade e na Cultura pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Licenciatura em Economia pelo Instituto Superior de Economia – Universidade Técnica de Lisboa. Membro da Comissão Promotora e da Comissão Organizadora do Congresso Feminista 2008. Vice-Presidente da UMAR, responsável pela Conferência de Michelle Bachelet sobre Género e Participação Política: a experiência do Chile, realizada com a colaboração da Embaixada do Chile na Fundação C. Gulbenkian. Co-Coordenadora da equipa de investigação sobre a Agenda Feminista 2010 e Roteiros Feministas na cidade de Lisboa. Participante em seminários e conferências sobre a história das mulheres e dos feminismos. Tem sido co-autora de manuais escolares para o Ensino Secundário para as disciplinas de Economia e Sociologia. Exercício de funções de tutoria no CNED (Centro Naval de Ensino a Distância – Ministério da Defesa). Co-autora de Provas de Exame Nacionais do Ensino Secundário, a convite do GAVE – Ministério da Educação. Avaliadora externa da acção de formação: Aplicação das Tecnologias da Informação/Comunicação na Didáctica das Disciplinas dos 6º e 7º Grupos, promovida pelo Centro de Formação da Associação de Professores de Ciências Económicas e Sociais, no âmbito do PRODEP (medida 2) – Formação Contínua de Professores e de Responsáveis pela Administração Educacional (FOCO).

Doutorada em Estudos sobre as Mulheres pela Universidade Aberta. Investigadora no CEMRI (Centro de Estudos das Migrações e Relações Interculturais no Grupo de Estudos sobre as Mulheres, Género, Sociedade e Cultura). Membro das Comissões Promotoras do Congresso Feminista 2008 e do seminário evocativo do I Congresso Feminista e da Educação (2004), ambos realizados na Fundação Calouste Gulbenkian. Áreas de investigação: Memória e Feminismos. História das Mulheres e do Género. Documentação e Arquivos Feministas. Feminismos e novas gerações. Epistemologia feminista. Domínios de especialização: Estudos sobre as Mulheres e Estudos Feministas. História das Mulheres e do Género. Livros publicados: Movimentos de Mulheres em Portugal nas décadas de 1970 e de 1980, Lisboa, Livros Horizonte, 2000. Aborto e Contracepção em Portugal, Lisboa, Livros Horizonte, 2003, Feminismos, Percursos e Desafios, Lisboa, Texto Editora, 2011. Tem várias publicações em capítulos de livros, em revistas nacionais e estrangeiras. Tem participado a convite em seminários nacionais e internacionais. É membro da direcção da UMAR e Coordenadora do Centro de Documentação e Arquivo Feminista Elina Guimarães.

Licenciada em Letras, jornalista de profissão foi uma das primeiras mulheres a entrar na redacção dos jornais. Escreveu em revistas e jornais e fez reportagens sobre a situação das mulheres. Autora de artigos e de livros, um deles apreendido pela polícia política da ditadura salazarista: Revolução Meu Amor, sobre os acontecimentos do Maio de 1968. Foi vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas e presidente da caixa de previdência e abono de família dos jornalistas. Foi presidente da Liga dos Direitos das Mulheres, associação feminista formada em 1985. Foi uma das pioneiras na luta pela despenalização do aborto em Portugal com a reportagem na televisão, em 1976, : “Aborto, o crime está na lei”, tendo sido por esse facto julgada, criando-se um grande movimento de solidariedade que deu origem a plataformas de mulheres e associações que defenderam a alteração da lei que penalizava as mulheres que abortavam.

Licenciada em Jornalismo e Comunicação Social (Universidade Livre de Bruxelas) e Mestre em Comunicação e Jornalismo (Faculdade de Letras de Coimbra); foi membro do Conselho Deontológico dos Jornalistas (2004/2007). Viu o seu trabalho de grande repórter de televisão (RTP) várias vezes premiado. Recebeu o grande prémio Gazeta de Jornalismo, do Clube de Jornalistas, o mais alto galardão da classe, em 1989 e 2001. Na categoria de documentário histórico o seu trabalho «O Século das Mulheres» obteve o prémio Elina Guimarães 2002, das ONG´s da Comissão para a Igualdade e Direitos das Mulheres (CIDM) . Apresentou comunicações em diferentes colóquios e seminários e colaborou no dicionário «No feminino», vols I e II, dirigido pela professora Drª Zília Osório de Castro. É Comendadora da Ordem do Infante D.Henrique.

Licenciada em História, possui as seguintes especializações: Mestrado em História Cultural e Política pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa; Master em Estudios Europeos y Derechos Humanos na Universidade Pontificia de Salamanca – Espanha; Mestrado em Cultura e Formação Autárquica pela Faculdade .Letras de Lisboa e C.M. de Cascais. Tem publicações em revistas nacionais e internacionais, assim como participações em conferências e seminários no âmbito da Educação e da Igualdade de Género. Responsável pela organização das XUIIª Jornadas Pedagógicas Luso – Espanholas em Maio de 2008. Prestou assessoria técnica à preparação da Cimeira Bilateral de Zamora – Portugal /Espanha em matéria educativa, em 2009. Participação na Comissão Técnica Bilateral entre Portugal e Andorra em matéria educativa. Em 2010, participa na organização das XVIII as Jornadas Pedagógicas Hispano-Lusas.

Mestra em Estudos sobre as Mulheres, é professora de História e investigadora de Faces de Eva-CESNOVA da Universidade Nova de Lisboa e do CEMRI da Universidade Aberta. É membro dos órgãos sociais da APH – Associação de Professores de História e sócia da APEM – Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres. Faz parte do Conselho Redactorial da Revista Faces de Eva e do jornal Ecos da Marofa. Tem trabalhos publicados em revistas e sites nacionais e estrangeiros sobre temas relevantes para a educação histórica, patrimonial, museológica e artística do Ensino Básico e Secundário. No âmbito dos Estudos sobre as Mulheres, tem publicado livros e artigos e participado em Congressos, Seminários, Encontros e Colóquios sobre feminismo, educação e cidadania na 1ª. República. Tem coordenado exposições e ciclos de conferências dedicados a biografias e percursos de mulheres republicanas e feministas. É autora do livro: “Maria Veleda (1871-1955)”, Colecção Fio de Ariana, nº.1, Lisboa, CIDM, 2004, um dos contributos da sua tese de Mestrado sobre “Maria Veleda”, que se tem expressado também em numerosos artigos publicados em revistas da especialidade. Coordenadora do catálogo da Exposição “Maria Veleda, Lisboa, Museu República e Resistência, Câmara Municipal de Lisboa, CIDM, 2005. Membro da equipa de autoria e de coordenação dos Roteiros Feministas na Cidade de Lisboa, Vol. 1, (co-autoria), Lisboa, UMAR, Faces de Eva-Cesnova, 2010. É autora de várias entradas no Dicionário no Feminino II Vol.. Co-coordenação da Exposição, Catálogo e Ciclo de Conferências “Percursos, Conquistas e Derrotas das Mulheres na 1ª. República”, realizados na Biblioteca-Museu República e Resistência, entre Outubro e Dezembro de 2010, em colaboração com o Grupo de Trabalho das Comemorações Municipais do Centenário da República e Faces de Eva – Cesnova – Universidade Nova de Lisboa. Co-coordenação da obra colectiva “Mulheres na 1ª. República. Percursos, conquistas e derrotas”, Lisboa, Edições Colibri, 2011 (no prelo, 1ª.s provas).

Licenciada em História da Arte pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Responsável pela equipa técnica de voluntariado do Centro de Documentação e Arquivo Feminista Elina Guimarães. Membro da Mesa da Assembleia Geral da UMAR. Membro da equipa organizadora da exposição itinerante do projecto BIG – Bibliotecas pela Igualdade de Género sobre “Mulheres e Espaço Público. Novas Masculinidades”. Membro da equipa de investigação da Agenda Feminista 2010 sobre “As Mulheres e a República” e dos Roteiros Feministas na cidade de Lisboa. Preparação de seminários e de actividades de índole cultural. Organizadora de leilões de obras de arte para angariação de fundos na UMAR e no Movimento de Cidadania e Responsabilidade pelo Sim. Participação em cursos e Seminários na área da Segurança Social e da Função Pública. Participação na organização da campanha presidencial de Maria de Lourdes Pintasilgo no seu local de trabalho: Centro Regional de Segurança Social de Lisboa – Areeiro. Colaborou como locutora na antiga Rádio Universidade, nos anos, 1967 e 1968. Colaboradora no Centro do Livro Brasileiro, no ano de 1970.

Fechar