Centro de documentação
e arquivo feminista
elina guimarães

Ecos de Memórias

Foi muito agradável conversar com estas dez mulheres, que nos contaram as memórias mais signifi cativas das suas vidas. São dez mulheres diferentes, de diversas idades (dos 33 aos 93 anos), com vivências e experiências pessoais distintas. Mas todas com um traço comum que nos faz refletir sobre a nossa existência e a passagem por este mundo.

Perante os nossos olhos, começaram a esvoaçar as borboletas da infância, os cantares da nossa ruralidade, os sonhos, as desilusões, os preconceitos, as conquistas, os desejos, a alegria da participação e da conquista de objetivos e, sobretudo, o gosto de ser mulher em todos os sentidos.

Foi impressionante verificar a paixão pela vida manifestada por estas mulheres que não têm vergonha da sua história e que a assumem de corpo inteiro, mesmo que algumas sintam que não foram felizes em muitos momentos. Falam das suas dores com mágoa e tristeza, mas também falam dos momentos felizes, com um brilho especial nos olhos de quem acredita que vale a pena viver.

Fechar