ANA VICENTE – UMA FEMINISTA QUE MARCOU O SEU TEMPO (1943-2015)

ana vicenteAna Vicente ficará sempre na nossa memória como uma feminista que marcou o seu tempo com clarividência, solidariedade e grande coragem. A sua morte foi uma perda para a luta das mulheres. Investigadora, escritora, trabalhou com Maria de Lourdes Pintasilgo e presidiu à Comissão para a Igualdade e Direitos das Mulheres entre 1992 e 1996, assumindo sempre uma postura de apoio a todas as ONGs de defesa dos direitos das mulheres.

O seu sorriso, mesmo nos momentos finais da sua vida, a sua calma, as suas convicções católicas e inovadoras dentro da Igreja, formando o grupo “Nós somos Igreja”, mostravam uma mulher com firmeza de ideias que foi uma grande aliada da luta pela despenalização do aborto em Portugal. E esta é uma dívida que as feministas da UMAR que andaram envolvidas nesta luta têm para com ela.

Em vida, Ana Vicente teve várias homenagens, mas destacamos aquela que aconteceu em Março de 2013, no Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR), numa sessão que reuniu entre outras a sua filha Filipa Vicente, historiadora, investigadora ICS/UL, Leonor Xavier, Maria João Sande Lemos e Regina Tavares da Silva. Ana Vicente acompanhava as lutas feministas despida de preconceitos e sempre com a coragem de uma grande mulher.

Não a esqueceremos!

Fechar